ESocial - Como recolher os impostos da sua empregada doméstica?

O primeiro passo é se cadastrar no eSocial. Caso seja seu primeiro acesso, clique onde está indicado na seta abaixo:



Abrirá a seguinte página:



Preencha seus dados (veja que tem a opção de CPF ou CNPJ no início da tela).

Para CPF, digite seu CPF, Data de Nascimento e digite os caracteres indicados na figura (preenchi conforme exemplo, mas cada vez será uma sequência diferente de caracteres).

Clique então em “Avançar”.

Abrirá a seguinte página, a qual você deverá preencher os campos solicitados:



Atenção para a mensagem da Equipe do eSocial referente ao preenchimento do número de recibo da declaração (IRPF):



Ou seja, não se trata do número que consta na primeira página, mas sim, na página seguinte.

Número incorreto:


Após preenchimento das informações solicitadas, você receberá o código de acesso:



Importante: salve este número (minha dica seria enviar um e-mail para si próprio, a fim de encontrar a informação facilmente quando necessário).

Cadastrando seu funcionário no eSocial

Agora você poderá acessar o eSocial:



Ao digitar seus dados, você terá acesso a esta página:



Clique em Gestão de Trabalhadores para adicionar algum empregado(a) doméstico(a) na sua lista de funcionários.

Você chegará nessa tela:



Clique em Cadastrar/Admitir para incluir novos funcionários.

Atenção: sugiro que o cadastro seja feito juntamente com o empregado(a) doméstico(a), pois há perguntas como escolaridade ou estado civil, que não ficam disponíveis nos documentos que eles te apresentarão.

Após cadastrar o funcionário, você poderá prosseguir para os pagamentos mensais do mesmo.



O site fornecerá algumas informações num pop up, como por exemplo:



Na tela seguinte, você estará no mês de pagamento do empregado(a).



Clique no Nome do Empregado(a), indicado na seta azul acima, para acertar/atualizar o valor do salário, descontos, data do pagamento…

Agora você poderá detalhar todos os recebimentos e descontos do(a) empregado(a) doméstico(a).


Ao clicar em “Salvar Remuneração”, será gerada a guia do FGTS automaticamente calculada, que poderá ser paga no seu banco (agência ou internet).